Ladrões cometeram um assalto ao Banco Central do Brasil em Fortaleza, no Ceará, entre 6 e 7 de agosto de 2005. O fato só foi percebido no início do expediente na segunda-feira dia 8 de agosto. Foi o segundo maior assalto a banco do mundo. A escavação para se fazer o túnel que possibilitou a invasão demorou cerca de três meses.
Segundo a Polícia Federal, com base em estimativas a partir do peso das notas roubadas (3,5 toneladas), foram roubados aproximadamente R$ 164.755.150,00. As notas todas empilhadas daria uma altura de quase 33 km.